ÓCULOS DE MATEMÁTICA

Curso de Pesquisa Tecnológica e Inovação – TECSUP

1. INTRODUÇÃO

Um dos problemas mais frequentes que os alunos enfrentam atualmente: é o método de ensino da matemática. A maioria dos professores de nível superior ensina matemática de maneira rotineira, expositiva e tediosa; Não aplicam métodos, técnicas e estratégias de aprendizagem e ainda seguem o modelo tradicional, não se preocupam com treinamentos e inovações que melhorem a forma de ensinar, tudo isso tem impacto na aprendizagem dos alunos, pois se observa que um alto percentual tem baixo nível de aprendizagem na disciplina de matemática.

1.1. Definição do problema

A d dificuldade de aprender matemática em alunos de nível superior.

1.2. Objetivos de pesquisa

GERAL

ESPECÍFICO:

2. HIPÓTESE

Vamos resolver o nosso problema de aprendizagem da matemática implementando óculos inteligentes nos centros de ensino superior que podem facilitar a aprendizagem da matemática para os alunos, uma vez que terão certas funcionalidades que irão apoiar o aluno no momento estar nas aulas e poder visualizar soluções quer a respeito de um exercício quer de um tema especial que está a visualizar, proporcionando-nos informação extra visto que o portador de óculos terá informação disponível, permitindo também o acesso à Internet através de comandos de voz e que terá um sistema operacional Android e, portanto, os alunos que usam óculos graduados podem ajustar as armações dos óculos ao dispositivo.

3. MÉTODOS USADOS DURANTE O PROCESSO CRIATIVO

DIA 1: INSPIRAÇÃO

3.1. DEFINIR O PROBLEMA E A INVESTIGAÇÃO SECUNDÁRIA

Sabemos que não podemos resolver todo o problema, devemos focar em uma parte, portanto, em pesquisas secundárias coletamos informações de diferentes fontes sobre o nosso problema, seja internet, blogs, livros e / ou revistas, para conhecer o causas e efeitos do tema escolhido.

3.2. INVESTIGAÇÃO PRIMÁRIA

Entrevistas:

É feito para obter informações mais aprofundadas e detalhadas que nem mesmo o entrevistado e o entrevistador identificaram, para que o entrevistado possa explicar pessoalmente o tema a ser discutido. Selecionamos 4 questões de 12 dadas pelo grupo.

3.2.2. Mapa de empatia: ajuda-nos a compreender melhor o que foi dito por cada resposta dos nossos entrevistados através de um conhecimento mais aprofundado do mesmo, do seu ambiente e da sua visão única do mundo e das suas próprias necessidades.

DIA 2: IDEAÇÃO

3.3. Brainstorming: Capacitar de forma criativa uma equipa de trabalho, de forma a obter um melhor desempenho da mesma. Com procedimentos diferentes, alguns mais eficazes do que outros, o brainstorming pode nos ajudar, também conhecido como brainstorming ou brainstorming. O objetivo é facilitar a obtenção de ideias originais a partir de um tema específico, através da apresentação gratuita dos conceitos ou propostas de cada um dos membros, para captar possíveis oportunidades de melhoria.

Existem várias técnicas de brainstorming, mas o que importa é que você busque obter todas as ideias possíveis sem maiores expectativas quanto à sua eficácia. Cada pessoa deve fornecer pelo menos uma proposta por sessão, e sua avaliação subsequente determinará a validade dessas ideias em termos de qualidade.

3.3.1 PROTÓTIPO RÁPIDO (ESBOÇO)

Um protótipo é um modelo facilmente expansível e modificável (representação, demonstração ou simulação) de um sistema planejado, provavelmente incluindo sua interface e sua funcionalidade de E / S. O protótipo modela o produto final e permite realizar um teste sobre determinados atributos do mesmo sem a necessidade de sua disponibilização. É simplesmente uma questão de fazer uso do modelo



3.3.2. STORYBOARD

DIA 3: IMPLEMENTAÇÃO

3.4. RECEBENDO MESH

4. APRESENTAÇÃO DE VALIDAÇÃO E EVIDÊNCIA

5. ANÁLISE DOS RESULTADOS

6. CONCLUSÕES

7. RECOMENDAÇÕES PARA REDESIGN

Este futuro protótipo não poderia ser usado apenas para o curso de matemática, mas também para outros cursos dependendo da carreira do aluno. Além disso, use uma interface que permite aos alunos enviar seus vídeos ou fotos para seus e-mails. E também, uma medida poderia ser adicionada à lua dos óculos para alunos com dificuldades visuais.

8. TRABALHANDO PARA O FUTURO